Thursday, July 06, 2017

"Homem-Aranha: De Volta ao Lar" (Spider-Man: Homecoming)



Descaracterização. É o que acontece no novo "Homem-Aranha: De Volta ao Lar" (Spider-Man: Homecoming), direção de Jon Watts. Esqueça tudo aquilo que você leu nos quadrinhos do aracnídeo desde criança, ou até mesmo os filmes estrelados por Tob Maguire no começo do século e depois as versões com Andrew Garfield. Para atrair um novo tipo de público, mais jovem e conectado com as tecnologias atuais, a nova trama mexe com toda a mitologia do super-herói escalador de paredes. Além de fazer uma mistura racial, conectado com os novos tempos.

Na nova versão, o herói é vivido por Tom Holland e tem apenas 15 anos. Tudo bem, lá no início Peter Parker tinha mesmo esta idade. Porém, o resto é totalmente modificado. Ele ainda vive com a tia May, que agora é uma gostosona, Marisa Tomei, e não a velhinha enrugada que nos acostumamos a ver. Tem um amigo nerd gordinho e com ares orientais, o irritante Ned Leeds (Jacob Batalon). E sua paixão não é mais Mary Jane, mas sim a garota negra Liz (Laura Harrier). E o que falar do novo uniforme do Homem-Aranha? Como o personagem quer entrar para os Vingadores, e o novo longa mostra ser uma sequência de "Capitão América: Guerra Civil", o traje é completamente inteligente, todo computadorizado e projetado pelo padrinho de Peter, Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr).

A história mostra Peter Parker levando sua vida dupla - pela manhã na escola e à tarde e noite combatendo o crime pelas ruas de Nova Iorque, até que se depara com um vilão que trafica armas alienígenas, o Abutre, vivido por Michael Keaton, que um dia já foi o Batman.

"Homem-Aranha: De Volta ao Lar" (Spider-Man: Homecoming) não é, apesar de todas as alterações na mitologia do personagem, um filme ruim. Estão lá presentes o humor, a ação constante e muito drama pessoal, tanto por lado do herói, quanto do vilão - ele age criminosamente pensando em sua família. E acerto para Keaton, que não cria um bandido caricatural. Diversão certa.

Duração: 134 min

Cotação: bom
Chico Izidro

No comments: